Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

DDA - Distúrbio do Déficit de Atenção: Causas, Diagnóstico e Prognóstico

O Distúrbio do Déficit de Atenção (DDA) vem movimentando médicos, psicólogos, psicopedagogos, professores, fonoaudiólogos e pais em busca de explicações para a conduta, especialmente de crianças que não param sentadas, interrompem atividades antes de completá-las, parecem não ouvir o que lhes é dito, perdem objetos com freqüência, e outros. Tais comportamentos vem sendo freqüente, e por vezes prematuramente, atribuídos ao DDA.

Causas e Diagnóstico Até o momento não são conhecidas causas conclusivas do problema e algumas possibilidades devem ser consideradas: • Herança genética;
• Traumatismos cerebrais pré, peri ou pós-natais, incluindo trabalhos de parto por períodos maiores que 13 horas;
• Danos cerebrais causados por toxinas (infecções bacterianas, viroses, alcoolismo na mãe, intoxicação por metais).

Muitos profissionais vêm diagnosticando o DDA simplesmente pelo que ouvem dos pais e professores sobre o comportamento das crianças em casa e em sala de aula e por uma observa…

Conceito de Profissional: Profissionalismo como Religião

O PROFISSIONALISMO COMO RELIGIÃO Logo que mudei para a França, tive de levar meu carro para consertar. Ao buscá-lo, perguntei se havia ficado bom. O mecânico não entendeu. Na cabeça dele, se entregou a chave e a conta, nada mais a esclarecer sobre o conserto. Mais à frente, decidi atapetar um quartinho. O tapeceiro propôs uma solução que me pareceu complicada. Perguntei se não poderia, simplesmente, colar o tapete. O homem se empertigou: ”O senhor pode colar, mas, como sou profissional, eu não posso fazer isso”. Pronunciou a palavra “profissional” com solenidade e demarcou um fosso entre o que permite a prática consagrada e o que lambões e pobres mortais como eu podem perpetrar. Acostumamo-nos com a idéia de que, se pagamos mais ou menos, conseguimos algo mais ou menos. Para a excelência, pagamos generosamente. Mas lembremo-nos das milenares corporações de ofício, com suas tradições e rituais. Na Europa, e alhures, aprender um ofício era como uma conversão religiosa. O aprendiz passava …

Reino de Deus - Segue-me

Um certo viajante estava atravessando um deserto a pé. Aquele sol forte, tudo deserto, aquela areia quente. De repente ele avistou um oásis.

Sabe o que é um oásis? É que nem uma ilha no meio do deserto. Cheio de árvores, coqueiros, palmeiras e muita água.

Aí ele todo feliz foi lá, bebeu a água, matou a sede, lavou o rosto, descansou... Aí ele se sentou debaixo de uma palmeira. Debaixo de um coqueiro.

E ficou alí, descansando, olhando a paisagem. Aí ele viu que foi chegando um pastor trazendo um monte de ovelhas. E este pastor foi até a água, e levou as ovelhas para beberem a água.

Ele ficou observando... não é?... o pastor, as ovelhas bebendo a água... Aí, de repente, ele olha, tá vindo outro pastor que também está levando o seu rebalho pra dar água.

E ele viu que os dois pastores se cumprimentaram, e as ovelhas que esse pastor trouxe começaram a beber água e se misturaram com o outro rebalho.

Falou: -Ih, isso vai dar confusão! Deixa eu ficar assistindo aqui.

De repente, vem um…

Hóstia: O que a palavra lhe sugere?

Os cristãos adotaram a palavra hóstia para referir-se ao Cordeiro Certa vez, pensando sobre o "Sacramento da Caridade", me fiz a seguinte pergunta: Por que será que costumamos associar "eucaristia" com "hóstia". Fala-se em adorar a hóstia, ajoelhar-se diante da hóstia, levar a hóstia em procissão (na festa de Corpus Christi), guardar a hóstia... Uma criança chegou certa vez para a catequista e perguntou: "Tia, quanto tempo falta para eu tomar a hóstia?" (Referia-se à primeira comunhão). Tive então a idéia de ir atrás da origem da palavra "hóstia". Corri para um dicionário (aliás, vários), e me dei conta que esta palavra vem do latim. Descobri que, em latim, "hóstia" é praticamente sinônimo de "vítima". Ao animal sacrificado em honra dos deuses, à vítima oferecida em sacrifício à divindade…

Os Patriarcas e Profetas da Bíblia

Os Patriarcas e Profetas da Bíblia (PARTE 1) Neste encontro, veremos: - o que Deus quis revelar ao mundo, - de que forma, - e de quais pessoas ele se utiliza ao longo da história. Para isso, é necessário falar antes da Bíblia. Na Sagrada Escritura (Bíblia), a Palavra TESTAMENTO tem o mesmo sentido de ALIANÇA. Para entendermos melhor a Bíblia, ela é dividida em Antigo Testamento e Novo Testamento. Ela começou a ser escrita por volta de 1.250 a.C., tempo em que viveu Moisés, e foi concluída por volta do ano 100d.C., por São João. Portanto, são aproximadamente 1.350 anos de escrita que nos conta a história do povo judeu (o povo que Deus escolheu para se revelar ao mundo); onde são contadas as guerras judaicas, seus costumes, sua religiosidade e o esforço para compreender e seguir um Deus único. O povo judeu vivia em um mundo cheio de superstições, acreditavam em várias divindades (politeísta) e eram idólatras (criavam ídolos). Quando conhecem a Deus, através da revelação a Abraão, pas…

Os Santos sábios

Mais dois se juntam ao seleto time de doutores da Igreja Católica: homens e mulheres que, além de alimentar a fé, são uma inspiração intelectual para seus fiéisJoão Loes
Ser um doutor da Igreja Católica Apostólica Romana não é para qualquer um. Em quase dois mil anos de história, a instituição deu o título a apenas 33 de seus mais de sete mil santos. Pudera, são doutores da Igreja apenas os santos que deixaram documentos que sobreviveram ao tempo e que, de alguma forma, sintetizam a doutrina católica a ponto de servirem de exemplo como vida religiosa. Nesse sentido, não surpreende também que sejam poucas as mulheres entre os doutores. Privadas de educação por milênios, nunca foi fácil para elas deixarem seu legado por escrito. Assim, hoje apenas três figuram entre os 33 doutores da igreja: Santa Teresa D’Ávila, Santa Catarina de Siena e Santa Teresa de Lisieux (leia quadro). Em breve, porém, mais uma entrará nessa seleta lista. O papa Bento XVI deve anunciar formalmente, …

Democracia Russa a La Putin

As meninas do Pussy Riot, a banda de punk rock russa, realmente são polêmicas. Três delas foram presas e outras duas estão sendo procuradas pela Polícia, por protestar contra o Governo de Vladmir Putin. Porém, algumas coisas devem ser esclarecidas: aqui para nós, que estamos distantes de Moscou, chega-nos que Putin violenta a democracia por incitar a prisão delas. Mas avalie: elas entraram peladas numa Igreja Ortodoxa, e começaram a tocar uma “Oração Punk de Expurgação contra o Governo”. Elas pediram para arranjar confusão, não? Será que temos o direito de entrarmos pelados nas Igrejas para reclamar contra a dona Dilma, por exemplo? Entretanto, ser inimigo no 1 do estado por tal motivo não dá, né? Excesso das garotas, excesso do governo.

Profissões de TI que auxiliam na evangelização

Você, quando ouve falar em evangelização e nos principais responsáveis por ela, logo já pensa em padres, diáconos, missionários, religiosos, entre outros? Bem, você não deixa de ter razão. Mas, podemos mostrar um pouco mais desse cenário.
Hoje em dia, a evangelização acontece com a ajuda de meios bem menos usuais do que era costume. A tecnologia ganhou, e continua ganhando, cada vez mais destaque na divulgação do Evangelho. E não estamos falando apenas das ferramentas utilizadas por ela. Também podemos colocar nesse cenário os profissionais dessa área, que se especializaram nesse campo e hoje trabalham em favor da evangelização.
Analista de mídias sociais: é uma das profissões criadas com o advento da web 2.0. Esse profissional precisa intermediar as interações da marca com redes sociais, blogs, fóruns e outras mídias. Além de ser capaz de mensurar campanhas e a presença da marca no mundo virtual, por isso tem papel fundamental na evangelização fazendo uso dos novos meios…

PASTORIL: A BELEZA E LEVEZA DE UM AUTO BRASILEIRO

Texto: Lenilton Lima e Séphora Bezerra


fotos e video: Lenilton Lima O Pastoril é um auto que tem origem na Lapinha, com raízes dos dramas litúrgicos representados inicialmente nas Igrejas Portuguesas e de características puramente religiosas; é um bailado que integra o ciclo das festas natalinas do Nordeste, teve início na Idade Média e era clássico em Portugal onde recebia a denominação de Auto do Presépio. Tinha, contudo, um sentido apologético, de ensino e defesa da verdade religiosa e da encarnação da divindade.

Segundo os estudos de Mário de Andrade, celebrar Noites de Festa (refere-se aqui as festividades do Natal) é um verdadeiro tempo de "brinquedos" das danças dramáticas iniciada com a representação do Pastoril da Noite de Festa do Natal e terminada com a celebração dos Caboclinhos no Carnaval.






Historicamente as representações natalícias do Pastoril e seus dramas chegaram ao Brasil pelas mãos dos jesuítas e registros apontam que no Século XVI lá na Provín…